AdeM em Introspecção e Reflexão Estratégica sobre a Evolução do Desempenho 2010 à 2019

 

Decorreu, no passado dia 15 de Abril do ano em curso, no Edifício-Sede da empresa Águas da Região de Maputo, S.A, a Reunião de Reflexão sobre a Evolução do Desempenho da AdeM 2010 à 2019.

Este encontro que teve como moderador o Dr. José Ferrete, Assessor Jurídico da Administração, foi presidido pelo respectivo Presidente do Conselho de Administração, Eng° Bento Mualoja ao

qual coube a honra de proceder a abertura da sessão de trabalhos.

Na sua intervenção, o PCA fez menção ao término do nosso contrato de cessão em 2019 e à necessidade de posicionarmo-nos no mercado perante os desafios que estamos a enfrentar.

Mualoja ressalvou que persistem problemas que se assentam nos pagamentos, perdas físicas e comerciais e falta de cobrança aos clientes, e instou aos presentes a tomarem a reunião como uma

plataforma de apoio à Administração para a busca e encontro de soluções.

Coube ao Dr. Afonso Mahumane, Director de Planificação e Desenvolvimento Organizacional (DPDO) a dissertação sobre o ponto de situação geral da AdeM. Mahumane fez referência ao diagnóstico

do IFC, sustentado pelo Conselho de Regulação de Águas (CRA) o qual faz menção a perdas elevadas, aumento de custos operacionais e falência técnica do operador.

Mostrou que, de acordo com os indicadores principais, existe um crescimento mas, questionou para que sentido, isto é, para bem ou para mal?

Falou ainda do crescimento expansionista da AdeM desde 2010 a 2015 e das novas pretensões para o futuro sem deixar de ressalvar que, tais ideais são positivos, mas acarretam mais despesas.

Ademais, o facto de estarmos a operar no limite da nossa capacidade não permite que satisfaçamos a todos os nossos clientes.

No que tange às perdas, afirmou que registamos uma redução das físicas mas, persistem os comerciais que, por aumento do número de clientes requerem mais encargos.

Seguiram-se a s intervenções do Grupo INTELLICA na qualidade de consultor contratado para a elaboração do Plano Estratégico 2015-2019, que apresentou em resumo o draft do plano.

As APN e ACDN apresentaram alternativas de solução para várias questões enfrentadas no dia-a-dia da empresa, ao que seguiram-se sessões de trabalhos em grupos e posterior debate.

Um dos pontos que mereceu particular destaque foi o da instalação de contadores pré-pagos.

Duas vertentes vieram à tona quanto à aplicação deste dispositivo, sendo que uma defende que há amostras de resultados positivos, tendo como exemplo a vizinha África do Sul, onde o mesmo foi

ajustado à realidade no terreno e, outra defendendo que na adopção dos mesmos teríamos, custos derivados de avarias constantes e dependência de um sistema eléctrico, incorrer a perdas acentuadas

pois, em caso de ocorrência de tais avarias, o consumo sem o respectivo pagamento, deveria funcionar com uma fiscalização constante de que não dispomos.

Foram tecidas recomendações referentes à sustentabilidade económico-financeira e sócio-ambiental, foco no cliente, melhoria nos processos internos, desenvolvimento do capital humano, bem como na

necessidade de todos nós engajarmo-nos ainda mais no alcance das metas estabelecidas.

 


 

 

 

Дървени летви - колчета http://www.emsien3.com/letvi от ЕМСИЕН-3
Дървени талпи http://www.emsien3.com/талпи от ЕМСИЕН-3

                                                                                    Copyright © 2018 ADEM. Todos os direitos reservados.

 
image002

Av. Eduardo Mondlane nº 1352.5º Andar.
C.postal nº 2952.Maputo.Moçambique.
Tel.: 258 21 302432 / 325160
Fax.: 258 21 324675
Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
facebook  youtube 2