AdeM desfila nas celebrações do 1° de Maio

 

A Águas da Região de Maputo, S.A, marcou a sua habitual presença nas festividades do Dia Mundial do Trabalhador, realizadas no dia 1 de Maio corrente, sob o slogan “Orgulho Nacional e Referência Internacional”.

Organizadas pelo Comité Sindical local, as actividades consistiram na habitual marcha pela Avenida 25 de Setembro, a qual desemboca na Praça dos Trabalhadores na baixa da cidade de Maputo e, realizando-se posteriormente um simbólico convívio no Complexo Oficinal da AdeM para a celebração da data.

Tomando da palavra, o Secretário do Comité Sindical da AdeM, Arnaldo Machava regozijou-se pela presença em peso da massa laboral da empresa a todos os níveis e ressalvou que a data significava, acima de tudo, um momento ímpar de reflexão sobre o cometimento dos colaboradores da AdeM em relação ao alcance e superação das metas estabelecidas.

De igual modo, Machava instou a cada colaborador, a prestar um momento de reflexão individual e colectiva sobre tão almejados anseios.

Por sua vez, o Engº. Bento Mualoja, Presidente do Conselho de Administração da AdeM, reiterou a necessidade de cada colaborador fazer uma auto-avaliação do desempenho e consciencializar-se cada vez mais sobre o seu papel no desenvolvimento da empresa.

O Engº. Bento Mualoja, lembrou a todos os presentes, com um recado aos que por motivos de vária ordem não se puderam fazer chegar ao local das comemorações, isto é, Complexo Oficinal da empresa, que os desafios que temos agigantam-se cada vez mais, pois estão enquadrados num contexto de desenvolvimento estrutural da qual a nossa empresa também faz parte numa altura em que as cobranças mostram-se cada vez mais distantes das metas definidas, pelo que, Bento Mualoja convidou cada colaborador a redobrar esforços para o alcance daqueles objectivos para a melhoria das condições da empresa.

E, não era para menos, o evento teve um momento de festa que se pode considerar ímpar. Logo após ao corte do bolo e subsequente banquete, o momento cultural tomou conta de todas as festividades.

Estiveram em palco os conceituados artistas: Rosália Mboa, Tofo Tofo, Hermínio, Humberto Luís, os quais deram o seu máximo para elevar a efeméride ao seu píncaro emocional.

Entrevistados, de forma geral os presentes manifestaram-se eufóricos para com as comemorações e acreditam que, mesmo com o crescente nível de desafios que se enfrenta, a sua entrega promete superar todas as adversidades.

 

AdeM em Introspecção e Reflexão Estratégica sobre a Evolução do Desempenho 2010 à 2019

 

Decorreu, no passado dia 15 de Abril do ano em curso, no Edifício-Sede da empresa Águas da Região de Maputo, S.A, a Reunião de Reflexão sobre a Evolução do Desempenho da AdeM 2010 à 2019.

Este encontro que teve como moderador o Dr. José Ferrete, Assessor Jurídico da Administração, foi presidido pelo respectivo Presidente do Conselho de Administração, Eng° Bento Mualoja ao

qual coube a honra de proceder a abertura da sessão de trabalhos.

Na sua intervenção, o PCA fez menção ao término do nosso contrato de cessão em 2019 e à necessidade de posicionarmo-nos no mercado perante os desafios que estamos a enfrentar.

Mualoja ressalvou que persistem problemas que se assentam nos pagamentos, perdas físicas e comerciais e falta de cobrança aos clientes, e instou aos presentes a tomarem a reunião como uma

plataforma de apoio à Administração para a busca e encontro de soluções.

Coube ao Dr. Afonso Mahumane, Director de Planificação e Desenvolvimento Organizacional (DPDO) a dissertação sobre o ponto de situação geral da AdeM. Mahumane fez referência ao diagnóstico

do IFC, sustentado pelo Conselho de Regulação de Águas (CRA) o qual faz menção a perdas elevadas, aumento de custos operacionais e falência técnica do operador.

Mostrou que, de acordo com os indicadores principais, existe um crescimento mas, questionou para que sentido, isto é, para bem ou para mal?

Falou ainda do crescimento expansionista da AdeM desde 2010 a 2015 e das novas pretensões para o futuro sem deixar de ressalvar que, tais ideais são positivos, mas acarretam mais despesas.

Ademais, o facto de estarmos a operar no limite da nossa capacidade não permite que satisfaçamos a todos os nossos clientes.

No que tange às perdas, afirmou que registamos uma redução das físicas mas, persistem os comerciais que, por aumento do número de clientes requerem mais encargos.

Seguiram-se a s intervenções do Grupo INTELLICA na qualidade de consultor contratado para a elaboração do Plano Estratégico 2015-2019, que apresentou em resumo o draft do plano.

As APN e ACDN apresentaram alternativas de solução para várias questões enfrentadas no dia-a-dia da empresa, ao que seguiram-se sessões de trabalhos em grupos e posterior debate.

Um dos pontos que mereceu particular destaque foi o da instalação de contadores pré-pagos.

Duas vertentes vieram à tona quanto à aplicação deste dispositivo, sendo que uma defende que há amostras de resultados positivos, tendo como exemplo a vizinha África do Sul, onde o mesmo foi

ajustado à realidade no terreno e, outra defendendo que na adopção dos mesmos teríamos, custos derivados de avarias constantes e dependência de um sistema eléctrico, incorrer a perdas acentuadas

pois, em caso de ocorrência de tais avarias, o consumo sem o respectivo pagamento, deveria funcionar com uma fiscalização constante de que não dispomos.

Foram tecidas recomendações referentes à sustentabilidade económico-financeira e sócio-ambiental, foco no cliente, melhoria nos processos internos, desenvolvimento do capital humano, bem como na

necessidade de todos nós engajarmo-nos ainda mais no alcance das metas estabelecidas.

 


 

 

 

Nas comemorações do Dia Mundial da água

AdeM presenteia clientes sem dívida

No âmbito do dia Mundial de Água declarado à 22 de Março, a empresa Águas da Região de Maputo (AdeM) em parceria com as estruturas administrativas do distrito KaMubukwane, a WaterAid e as organizações comunitárias Pamodzi e a Estamos, organizou um evento que decorreu a 23 de Março, pelas 9:00, na Escola Primária Completa de Inhagoia "B", alusivo ao dia Mundial de água. A referida cerimónia teve lugar neste estabelecimento de ensino pelo facto desta ter se beneficiado de um dos projectos ligados ao abastecimento de água, saneamento do meio e educação.

A celebração desta efeméride decorreu sobre o lema"Água como Factor Crucial para o Desenvolvimento Sustentável em Moçambique." Além dos representantes das instituições organizadoras, estiveram presentes membros da comunidade, estudantes e alguns clientes beneficiários do projecto acima referido. Neste contexto foram temas de apresentação; Água um Direito Humano - Resultados da intervenção do projecto de extensão da rede nos bairros de Mavalane" A" e "B" e Luís Cabral; relacionamento e responsabilidades da AdeM e dos consumidores para a melhoria dos serviços de abastecimento de água; breve Historial sobre o Dia Mundial de Água e por fim foi apresentado o impacto dos projectos de extensão da rede de abastecimento de água nos referidos bairros, que teve como beneficiário cerca de 35.000 habitantes.

Para abrilhantar o evento foram apresentados em momento cultural,   peças teatrais retratando a importância da água e combate a ligações ilegais, fugas e perdas de água. Como forma de incentivar os consumidores a cumprirem com as suas obrigações, a AdeM premiou 8 clientes sem dívida, com reservatórios de água. No acto da entrega   dos presentes, os contemplados demonstraram uma enorme satisfação e comprometeram-se a mobilizar outros clientes a seguirem o seu exemplo no cumprimento do pagamento da factura de água.

Trabalhadores da AdeM doa bens à CVM

Em gesto de solidariedade e respondendo ao apelo da Cruz Vermelha de Moçambique, os trabalhadores das Águas da Região de Maputo (AdeM), congregados no seu sindicato, procederam a uma doação de bens diversos àquela instituição, no dia 29 de Outubro do ano corrente.

Na ocasião, a AdeM fez-se representar pelo Sindicato, na pessoa de Sr. Nunes Almerca e Eugenio Chambule. A delegação dos trabalhadores da AdeM foi recebida pela Secretaria Provincial da CVM, Sra. Rosaria Guiticua, que se fazia acompanhar do Vice-Presidente do mesmo, Dr. Avelino Mondlane, que após a recepção do donativo, expressou a sua gratidão afirmando que, o acto em alusão iria minimizar o sofrimento das pessoas afectadas por calamidades e outros desastres, sendo estes os destinatários dos artigos doados pela AdeM. Por seu turno e elogiando o gesto, o Vice-Presidente aproveitou a oportunidade para apelar aos trabalhadores doutras empresas que sigam o exemplo dos trabalhadores da AdeM, em doar bens sem que se fique a espera do surgimento de calamidades.

Importa frisar que a Cruz Vermelha de Moçambique é uma sociedade de socorros, auxiliar dos poderes públicos, no âmbito humanitário, com o intuito de aliviar a vida das populações mais vulneráveis, prevenindo e aliviando o sofrimento humano, onde quer que exista. Ademais, a CVM é de carácter nacional e internacional, que conta com mais de 70.000 membros e 6.500 voluntários em todo o país.


Em gesto de solidariedade e respondendo ao apelo da Cruz Vermelha de Moçambique, os trabalhadores das Águas da Região de Maputo (AdeM), congregados no seu sindicato, procederam a uma doação de bens diversos àquela instituição, no dia 29 de Outubro do ano corrente.

Na ocasião, a AdeM fez-se representar pelo Sindicato, na pessoa de Sr. Nunes Almerca e Eugenio Chambule. A delegação dos trabalhadores da AdeM foi recebida pela Secretaria Provincial da CVM, Sra. Rosaria Guiticua, que se fazia acompanhar do Vice-Presidente do mesmo, Dr. Avelino Mondlane, que após a recepção do donativo, expressou a sua gratidão afirmando que, o acto em alusão iria minimizar o sofrimento das pessoas afectadas por calamidades e outros desastres, sendo estes os destinatários dos artigos doados pela AdeM. Por seu turno e elogiando o gesto, o Vice-Presidente aproveitou a oportunidade para apelar aos trabalhadores doutras empresas que sigam o exemplo dos trabalhadores da AdeM, em doar bens sem que se fique a espera do surgimento de calamidades.

Importa frisar que a Cruz Vermelha de Moçambique é uma sociedade de socorros, auxiliar dos poderes públicos, no âmbito humanitário, com o intuito de aliviar a vida das populações mais vulneráveis, prevenindo e aliviando o sofrimento humano, onde quer que exista. Ademais, a CVM é de carácter nacional e internacional, que conta com mais de 70.000 membros e 6.500 voluntários em todo o país.

Técnicos foram formados para melhor uso de ferramentas informáticas de cálculo e busca de informação

 

No âmbito da melhoria das capacidades e aumento da produtividade

 

Doze técnicos de Planificação afectos às diversas Direcções (nomeadamente: PAULA FAELA – AO de Laulane, NEILA ISMAEL - AO da Machava, DORCA NHACUDIME – ACD Negócios, RICARDO MUSSIVANE - ACD Negócios, SERAFINA ZITA – AO de Chamanculo, CATARINA CUMBA- ACD Negócios, SAMUEL NHACHIGULE – DPD Organizacional, TOMÁS SILVA - DPD Organizacional , EDSON MONDLANE – AO da Maxaquene, SUZETE MUNGUAMBE – AO da Machava, MARGARIDA LEVI – AO da Matola e MIGUEL NHATUVE – GSIT Comunicação) receberam formação visando um melhor uso de ferramentas informáticas de cálculo e busca de dados, vulgo Excel e BI (Business Inteligent), sendo esta última acoplada ao nosso sistema informático de gestão Comercial, o Aquamatrix.

A formação, que abrangeu um total de 12 técnicos teve lugar de 3 a 5 de Julho passado e visava contribuir para o desenvolvimento do capital humano e sua preparação face às necessidades Internas, através da preparação e qualificação dos profissionais, de forma a poderem disponibilizar soluções adequadas, inovadoras e de qualidade.

Os formandos aprenderam matérias relacionadas com a Planificação e Controlo de Gestão da AdeM e com conhecimentos sobre os Centros de Custos no que concerne a elaboração de planos de actividades e de orçamentos.

Foram ainda ministrados, temas sobre a análise de desempenho das metas e mecanismos de elaboração de relatórios, uso de ferramentas básicas do Excell avançado para análise de dados, construção de tabelas e gráficos, pesquisa de dados na base de dados do software Aquamatrix (BI).

Com esta formação acredita-se estarem assim criadas as condições para os formandos aplicarem as matérias aprendidas nas suas actividades diárias. O objectivo da formação era melhorar as capacidades do pessoal interno no que concerne à redução da inconsistência de informação comercial e dos erros na disponibilização de dados no Excel e a sua aplicabilidade de modo a dinamizar os processos internos e a melhorar a qualidade da informação, acreditando-se que os tenham sido atingidos.

Esta acção enquadra-se no Plano de Actividades da AdeM no âmbito do desenvolvimento de capacidades e formação, com vista a garantir o alinhamento organizacional, tendo sido ministrada pelo Dr. António Guiamba Gestor do Departamento de Planificação e pelo Dr. Isaías Estafeira, Gestor do Software Comercial AQUAMATRIX.

Falando no acto de encerramento, que culminou com a entrega de Diplomas aos Formandos, o PCA da AdeM, Eng.º Bento Mualoja, exprimiu o desejo de ver os conhecimentos adquiridos nesta formação terem reflexos no desempenho dos colaboradores, para além do acompanhamento e monitoria que será feito no sentido de se verificar a eficácia da formação.

Por sua vez, os formandos salientaram que com os conhecimentos adquiridos esperam elevar o desempenho, através da melhor aplicação nas ferramentas recentemente adquiridas.

 

AdeM participa no Congresso de Água

Sob o lema “que futuro queremos?”

 

No âmbito da capacitação institucional visando a troca de experiências, a AdeM participou no XII Congresso de Águas que teve lugar em Lisboa - Portugal, entre os dias 5 e 8 de Março do ano em curso. Para além da AdeM o evento contou com a participação do FIPAG e do CRA.

O congresso integrava ainda o XVI Encontro de Engenharia Sanitária e Ambiental (ENASB) e o XV Simpósio Luso-Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental (SILUBESA), com o tema “QUE FUTURO QUEREMOS?” (Água).

Durante o congresso foram apresentadas comunicações científicas na área de água, saneamento e ambiente, em 2 plenários e 5 mesas redondas. Ainda no mesmo âmbito, foram feitas visitas à Estação de Tratamento de Águas Residuais de Alcântara e ao Aqueduto de Águas Livres de Lisboa.

Em termos de aprendizagem, destacou-se o campo de investigação em vários sectores como a principal alavanca para o sucesso e desenvolvimento das empresas. Portugal e Brasil contribuíram bastante neste aspecto, pois estão a um nível superior na investigação científica a nível dos países da CPLP, apostando na integração das universidades, escolas técnicas profissionais e investindo em programas de pesquisa para o desenvolvimento e melhoramento dos processos de trabalho da empresa.

Para fundamentar o tema “QUE FUTURO QUEREMOS?”, várias medidas deverão ser tomadas pelas empresas participantes, de modo a perspectivar melhor os objectivos pretendidos, que passam pela mudança de atitude dos gestores do sector de águas, na melhoria da comunicação e no envolvimento do público consumidor dando a conhecer o que se faz e os actuais desafios criando assim espaço para que o público externo possa contribuir para o crescimento das empresas.

São ainda aspectos fundamentais a considerar, a manutenção de contactos e a realização de consultas e intercâmbios no sector de águas, saneamento e ambiente com os países da CPLP. A necessidade de criação de uma área de estudos para eficiência na operação ao abrigo de uma Política de Optimização e Gestão de Activos, Política de Gestão dos Riscos nos Serviços de Água e um Plano de Segurança da Água de forma integrada com outros actores como ARA SUL, Municípios, Áreas de Gestão Ambiental (extracção de areias).

Só desta forma é que as empresas podem começar a responder a questão “QUE FUTURO QUEREMOS?” no sector de águas e alcançar melhores resultados em relação aos objectivos traçados.

A AdeM, fez-se representar pela Administradora de Produção e Suporte, Eng.ª Judite Manhique, pelo Director da AO da Maxaquene, Eng.º Abílio Mate e pelo Técnico do Laboratório Central, Eng. Moisés Sigaúque.

AdeM melhora e expande a rede de distribuição de água

No Chamanculo e Xipamanine

 

No âmbito do projecto de melhoramento e expansão da rede de distribuição de água, a AdeM está a desenvolver, em coordenação com a WSUP (Water and Sanitation for Urban Poor), uma ONG Britânica, um projecto de transferência de ramais na Área Operacional de Chamanculo.

O projecto iniciou a 16 de Maio de 2014, cujo término foi a 20 de Junho último e visa o melhoramento do abastecimento de água aos bairros do Chamanculo D e do Xipamanine.

No Bairro do Chamanculo, as obras consistiram na substituição de tubagem em estado obsoleto, por uma nova conduta de 11 km de rede terciária com tubagem em PVC de 75, 63 e 50 milímetros de diâmetro, respectivamente.

Com a instalação da nova tubagem, a nossa empresa prevê executar 1.501 novas ligações e 350 transferências, beneficiando deste modo, um universo de 12.000 habitantes.

Já no Xipamanine, será lançada uma nova rede terciária com extensão de 5 km e que vai resultar em cerca de 633 novas ligações e 250 transferências de ramais, abrangendo cerca de 900 famílias.

As obras em curso, executadas pela Maxaka Consultores visam, entre outros, melhorar o sistema de canalização da água, reduzindo o índice de fugas e aumentando a pressão da mesma.

Em simultâneo com a substituição da tubagem, decorre na Área Operacional de Chamanculo um projecto denominado “Cobrança de Dívidas”, que visa negociar junto dos clientes devedores formas de pagamento da dívida da factura de água, de forma a evitar a suspensão do fornecimento dos serviços.

Nas zonas onde o serviço já foi concluído, notam-se significativas melhorias no serviço de fornecimento de água.

Дървени летви - колчета http://www.emsien3.com/letvi от ЕМСИЕН-3
Дървени талпи http://www.emsien3.com/талпи от ЕМСИЕН-3

 

                                                                                    Copyright © 2018 ADEM. Todos os direitos reservados.

 
image002

Av. Eduardo Mondlane nº 1352.5º Andar.
C.postal nº 2952.Maputo.Moçambique.
Tel.: 258 21 302432 / 325160
Fax.: 258 21 324675
Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
facebook  youtube 2