INFRA-ESTRUTURAS DE ARMAZENAMENTO MINIMIZAM CRÍSE DE ÁGUA.

Escrito por AdeM Ligado . Publicado em Blog

 

 Robertos charles

O gestor técnico da Área Operacional de Laulane, Roberto Tchale, comentando o actual contexto de estiagem que afecta a região sul do país, defende que a instalação de infra-estruturas de armazenamento pode minimizar a críse de água na cidade e província de Maputo.

A Área Operacional de Laulane segundo Roberto Tchale, vive este cenário de críse de água e a proposta supracitada poderá ajudar a resolver este crónico problema.

“O factor disponibilidade de água é um dos maiores calcanhares desta Área Operacional. Este problema concorre para a redução do tempo de distribuição de água, aumento de bolsas de falta de água e elevado índice da queda de pressão “, enfatizou.

ESTRATÉGIA ADOPTADA PARA A DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA EM TEMPO DE CRÍSE.

O contexto da actual críse de água, AO Laulane tem a adoptado estratégias de gestão da rede e distribuição, sobretudo nas zonas críticas, nomeadamente, nos bairros de Mapulene, Polana Caniço A, pescadores, Triunfo (em menor escala), Mavalane A e B.

“Relativamente ao bairro de Mavalane A e B fizemos o levantamento de modo a proceder com as conexões.

Nas zonas que tem disponibilidade de água conseguimos satisfazer alguns pontos, é o caso de alguns quarteirões do bairro Polana Caniço, faltando os quarteirões 16 e 45 do mesmo bairro e Laulane Qt.51. Acreditamos que com a actividade feita nos Quarteirões 34, 37,41 e 47 da Polana Caniço, estamos a falar de um horizonte de 874 clientes que conseguimos minimizar o impacto negativo “.

Em relação à Costa do Sol, bairro potencialmente problemático, a Área tem envidado esforços no sentido de reduzir o impacto da falta de água. Afirmou Roberto Tchale, “Do lado da Costa do Sol ainda é um “calcanhar de Aquiles” mas temos feito algumas manobras de modo a minimizar a críse mas não temos resultados satisfatórios porque também, depende principalmente da disponibilidade da água. Portanto, o exercício a ser feito é transferir todas linhas acima referenciadas para as zonas com disponibilidade de água “.

Outra estratégia adoptada, segundo Roberto Tchale, foi a abertura de furos de água nos bairros de Hulene e 3 de Fevereiro, com a ideia de seccionar a rede para abastecer as zonas pretendidas.

“ O Centro Distribuidor de Intaka não tem muitos clientes, será também abrangido, vai se seccionar a rede do Intaka para outras zonas críticas, é um investimento a ser feito mas esta a cargo do FIPAG.”

Roberto Tchale referiu que está em curso um estudo para o aproveitamento da água que é distribuída no CD do Intaka. “Temos muita água mas poucos clientes, a ideia é racionalizar a pouca água para todos garantindo que a água disponível chegue pelo menos até a torneira do quintal porque só com a disponibilidade de água na barragem podemos pensar em trazer para o chuveiro.

REDUZIR AS PERDAS

Reduzir as perdas de 34 por cento para 23 é um dos principais desafios da área.

“O outro maior desafio da Área Operacional de Laulane, é a redução de perdas, onde prevíamos reduzir 23 por cento a 25 por cento mas neste momento estamos na ordem de 34 por cento, embora haja pouca disponibilidade de água, estamos a lutar para melhorar a facturaçã.

 A ideia é racionalizar a água para outros pontos das zonas que não são críticas, embora a acção consequentemente irá culminar com a redução do tempo de distribuição mas a ideia é dar a todos o pouco desta água disponível.

Portanto, neste momento temos como grandes desafios reduzir as perdas e nesta pouca água que existe no CD`s poder distribuir para todos bairros. É preferível todos terem pouco tempo de distribuição do que não ter água “.

RELACIONAMENTO COM OS CLIENTES

Numa altura em que a empresa atravessa um momento difícil no que toca à distribuição de água, o relacionamento com os clientes nem sempre é salutar, segundo o nosso entrevistado.

“O relacionamento com o cliente não tem sido fácil, alguns entendem a situação, mas não é o caso de outros que apenas só querem ver água jorrar nas suas torneiras. Na medida do possível pautamos pelo atendimento personalizado para mitigar a situação. Por tanto temos lutado nesse sentido “, disse.

 

Дървени летви - колчета http://www.emsien3.com/letvi от ЕМСИЕН-3
Дървени талпи http://www.emsien3.com/талпи от ЕМСИЕН-3

 

                                                                                    Copyright © 2018 ADEM. Todos os direitos reservados.

 
image002

Av. Eduardo Mondlane nº 1352.5º Andar.
C.postal nº 2952.Maputo.Moçambique.
Tel.: 258 21 302432 / 325160
Fax.: 258 21 324675
Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
facebook  youtube 2