Água consumida em Maputo obedece aos padrões da OMS

Escrito por AdeM Ligado . Publicado em Blog

 

ETA

                                                                                                                                                  Estação de Tratamento de Água do Umbeluzi

O alegado estudo revela, sem consistência e profundidade, a existência de bactérias tóxicas na barragem dos Pequenos Libombos, na província de Maputo.

As autoridades sanitárias asseguram que água fornecida às cidades de Maputo, Matola e ao distrito de Boane é apropriada para o consumo humano.

Segundo a Directora Nacional Adjunta de Saúde Pública, Benigna Matsinhe, a água fornecida pela empresa Águas da Região de Maputo obedece os parâmetros definidos pela Organização Mundial da Saúde.

“Neste momento a cidade de Maputo está a consumir água potável, e é boa para o consumo humano.

“O que eu sei é que a empresa Águas da Região de Maputo antes de distribuir a água, faz análises da água para verificar os padrões da potabilidade da água. Nós também como Ministério da Saúde, através do Laboratório Nacional de Higiene Águas e Alimentos, colhemos amostras. Até aqui das análises que nós fizemos, os resultados mostram que a água fornecida esta dentro dos parâmetros normais para o consumo humano.”  Frisou a Directora Nacional Adjunta de Saúde Pública, no Ministério da Saúde, Benigna Matsinhe.

Gracinda Macuacua

                                                                          Engª Grancida Macuácua, Gestora do Departamento d Controle e Qualidade da Água

A gestora do Departamento de Controlo de Qualidade na empresa Águas da Região de Maputo, Gracinda Macuácua, explicou os procedimentos em curso para assegurar a potabilidade da água.

 “A empresa quando capta a água na fonte de Umbeluzi, faz o tratamento de modo a aferir a sua potabilidade. Neste processo a água passa por um processo de clarificação, onde são injectados produtos, que são coagulantes, que tem a função de remover microorganismos e outras partículas que estejam em suspensão. Todos esses elementos são removidos no processo de decantação e posteriormente na filtração.

Para além da coagulação e floculação nós fazemos a desinfecção da água que é para garantir a sua qualidade, porque nós temos que garantir que este líquido que é transportado para os vários centros de distribuição está em condições de ser consumida. Nos centros de distribuição, os técnicos fazem a avaliação da qualidade da água, antes dela ser bombeada para as nossas casas.”

Gracinda Macuácua referiu que no âmbito da melhoria da qualidade da água fornecida aos residentes de Maputo, Matola e Boane, a empresa dispõe de sistemas de tratamento deste líquido.

Дървени летви - колчета http://www.emsien3.com/letvi от ЕМСИЕН-3
Дървени талпи http://www.emsien3.com/талпи от ЕМСИЕН-3

                                                                                    Copyright © 2018 ADEM. Todos os direitos reservados.

 
image002

Av. Eduardo Mondlane nº 1352.5º Andar.
C.postal nº 2952.Maputo.Moçambique.
Tel.: 258 21 302432 / 325160
Fax.: 258 21 324675
Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
facebook  youtube 2